Blog Thomas Conti

Divulgação científica por um pesquisador Doutorando em Economia

Clique no gráfico para vê-lo em escala ampliada:
Resultado das eleições por Estado da Federação menos ódio contra nordestinos blog thomas conti
Fonte dos dados: TSE.
Ajude também a compartilhar pelo facebook, já são mais de 40.000 compartilhamentos!

Contra o Preconceito! Pessoal, não resisti e acabei fazendo esse gráfico! Quem quiser/puder ajudar a compartilhar, agradeço muito! Para quem tiver interesse, no fim do texto explico como construí esse gráfico.

RESULTADO DAS ELEIÇÕES – MENOS ÓDIO POR FAVOR

Devido ao enxame de declarações preconceituosas vergonhosas que invadiu o Facebook depois de apurados os votos, acho bom as pessoas terem em mente que não apenas estão propagando um discurso de ódio tacanho e lastimável, como ainda estão com uma visão completamente equivocada da realidade deste país!

Os gráficos que foram veiculados distorcem o cenário eleitoral: dezenas de milhões de nordestinos não votaram na Dilma, dezenas de milhões do sudeste não votaram no Aécio! Não adianta ficar propagando ódio contra esse ou aquele grupo, venceu quem teve o maior número de votos ENTRE 144 MILHÕES DE ELEITORES.

Qualquer generalização de gênero, cor e classe social não vai conseguir dar conta de tudo isso, então façam o favor de parar de instilar veneno e preconceito!!!! Ninguém é obrigado a continuar ouvindo isso!


Nota de repúdio à atitude da Folha de São Paulo

Quero declarar publicamente meu repúdio para com a atitude do jornal Folha de São Paulo, que em matéria de 27/10 se valeu do meu trabalho sem citar a fonte, construiu um mapa por cima do que fiz e – o que é pior que tudo isso -, também removeu COMPLETAMENTE qualquer menção ao fato de que o mapa viralizou como REPÚDIO ao discurso de ódio contra o povo nordestino. No lugar dessa mensagem importante para o nosso país que tantos cidadãos estão ajudando a espalhar, a FSP apenas menciona que “um novo mapa tomou as redes sociais” e seguem citando percentuais. Que desserviço!!!

Portais como Terra, R7, Época, Administradores, GGN, e até o site da presidenta não tiveram problemas nem em citar a autoria nem em ajudar na campanha contra o discurso de ódio. Obrigado por NADA, Folha de São Paulo!

Peço humildemente para que, se por ventura queira compartilhar esse link da Folha, coloque junto também essa nota de repúdio, por favor. O jornal se prestou a refazer o mapa todo de novo, a troco de que? Eliminar a fonte? Não ser contra o discurso de ódio? Jornalismo do mais baixo nível, meus caros.

Entrei em contato com o Ombudsman da FSP exigindo retratação, estou no aguardo.

[Atualização]
Em email, comuniquei ao Ombudsman que “Apenas a Folha de São Paulo teve a atitude de baixíssimo nível de alterar a diagramação do mapa tomando como dela a autoria, não citou a fonte, não colocou nenhum link para o conteúdo original, e ainda apagou completamente qualquer menção ao fato de que o mapa viralizou e que o intuito do autor era combater o discurso de ódio contra o povo nordestino.”
O Jornal já atualizou a notícia mencionando meu nome, mas ainda não deu qualquer explicação sobre o porque de ter retirado as mensagens contra o discurso de ódio ao povo nordestino. Já pedi mais de uma vez alguma nota do jornal sobre o assunto, mas por enquanto não obtive resposta, nem pedido de desculpas pelo erro anterior.

A notícia já foi editada mais de uma vez, mas ainda aguardo uma resposta direta do Ombudsman.


Outras informações sobre o Mapa:

Como foram obtidas essas escalas de cor?

Usando o Excel 2013, computei o percentual de votos válidos de cada candidato em uma tabela. Nas versões mais novas, o Excel tem um recurso chamado Formatação Condicional que permite ao programa colorir automaticamente tabelas a partir de uma instrução. Usando esse recurso, selecionei o vermelho básico para 100% de votos em Dilma, e o azul básico para 0% de votos em Dilma. Depois fiz o contrário para a coluna do Aécio: 100% de votos nele é o azul básico, e 0% de votos nele é o vermelho básico. Feito isso, todos os valores intermediários são coloridos automaticamente pelo excel, formando uma cor que reflete precisamente o grau de distância entre 0% e 100% nessas escalas. O fato de as duas colunas terem precisamente a mesma coloração atesta a precisão do programa.

Por que os Estados do Sudeste parecem menos azuis?

Isso se deve à proporção que cada candidato teve de votos por Estado. Nos Estados em que Dilma teve o pior desempenho – Acre e São Paulo – obteve ainda assim 36% dos votos válidos, 15 pontos percentuais a mais do que o pior desempenho de Aécio, que foi de 21%. Ou seja, mesmo nos Estados do Sul o peso de no mínimo 36% para a cor vermelha acaba atenuando um pouco a força da cor azul.


Depois de encerrados os votos mas ainda antes de sabermos quem tinha sido eleito presidente, publiquei um artigo com minhas considerações sobre o que poderíamos esperar de um governo Dilma ou de um governo Aécio. Não tenho filiação partidária e publiquei depois de apurados os votos para ninguém ter dúvida de que não era minha intenção influenciar leitores. Caso tenha interesse nessa análise, ela está aqui no blog: Entre gritos, o silêncio: uma tentativa de análise fria do próximo mandato presidencial.

Thomas Victor Conti tem 26 anos, possui Mestrado e Graduação em Economia e é doutorando em Economia Aplicada: Desenvolvimento Econômico pela Unicamp. Pesquisa sobre Economia e Violência na área de História Econômica. Adicione-me no Academia.Edu ou no Researchgate para acompanhar meus trabalhos acadêmicos.

42 Respostas até agora.

  1. Apesar do esforço, as cores predominantes nos estados do Nordeste revelam o que você quer esconder.

  2. […] Aécio Neves, as figuras apresentadas a seguir, desmistificam esse mito. Esse estudo foi feito por Thomas Conti. É visual, não dá para […]

  3. Mara disse:

    Bom dia!

    Gostei muito de conhecer parte do seu trabalho e gostaria que, ao ler os comentários, consiga atender algumas demandas que surgiram a partir dos mesmos.Moro em Mesquita, Baixada fluminense/RJ e gostaria que, caso seja possível, você possa analisar a atual conjuntura política daqui.

    Um forte abraço e parabéns!

    • Thomas Conti disse:

      Olá Mara, estou trabalhando em um novo mapa que atenderá a quase todos os pedidos que foram feitos em um mapa só, mas é um mapa mais elaborado e, como não tenho o software que o faria facilmente, estou construindo “na raça”. Já dediquei mais de 10 horas a isso e ainda não terminei. Espero concluir até o fim da próxima semana.

      Sobre a conjuntura do RJ, acho que não tenho tantos conhecimentos daí afora essa última eleição para governador e o caos das UPPs. Tenho que me informar mais, rs.

      Abraços

  4. Deodato Souza disse:

    Quando o Brasil era realmente dividido, com uma enorme distância entre as classes sociais, e também entre as regiões, ninguém alertava para o significado dessa “divisão”. Agora,que o Brasil está muito menos dividido materialmente, surge essa divisão puramente ideológica, alardeada como uma catástrofe mas apenas indicadora da estreiteza da mentalidade da pequena-burguesia, que se considera alijada do processo de melhoria da vida do brasileiro, sem perceber que se beneficia com a melhoria dos mais pobres. A burguesia, propriamente dita, está achando bom, porque vê maiores oportunidades de negócios e pouco está se importando com resultados eleitorais. Exemplo dessa estreiteza pequeno-burguesa é pensar que os empresários se arriscam para criar empregos; eles criam o mínimo necessário, e pagam o mínimo possível; sem trabalhador é que não há empresa. Simples assado!

  5. Aguinaldo De Paoli disse:

    Excelente o trabalho. Mas, este papo de dividir o Brasil entre eles e nós, ou entre ricos e pobres, ou entre NE e SE, é tudo balela. Somos um País e temos que estar cada vez mais unidos. Agora, na boa, alguém me diga como convencer o pessoal de menor poder aquisitivo de que nem tudo que reluz é ouro e nem tudo que fede é M.? Ou seja, nem tudo que o Lula e a Dilma falam é verdade e nem tudo que os outros falam é mentira. Só assim poderemos ter uma eleição justa e equilibrada. Enquanto uns trabalham duro para difundir informações e outros acreditarem só em discurso, vai ficar difícil. Principalmente quando os do discurso forma 50% + 1! Por exemplo: discurso do Lula “eles são os ricos e os ricos querem é acabar com os empregos”. Realidade: sem os ricos – capital, investimentos, empresas, indústria, obras – não há emprego para os pobres! Simples assim!

  6. Pablo Mendonça disse:

    Olá Thomas,

    Gostei de mais da conta do mapa que você fez. Parabéns!
    Será que aqueles que dizem em separar o Brasil, entenderam que não há diferença tanta assim entre as regiões? Será que agora irão aceitar as diferenças e as desigualdades que precisam resolver?
    Vamos aguardar.
    Eu também fiz uma classificação por Estado em relação a população que votou tanto para a Dilma quanto para o Aécio. Se tiver interesse, dê uma olhada: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=725184400903727&set=a.368326599922844.88641.100002365207926&type=1&theater&notif_t=like
    Abraços

  7. Dezinho disse:

    Ola Thomas grande trabalho!!gostaria de pedir se Poderia fazer um gráfico com o número de votos!! tipo são Paulo teve 36% na Dilma Mas esses 36% no numero de eleitores poderia ser bem superior ao numero de 77% que ela teve no Ceará por exemplo!! mas o Felipe Menegotto ja tinha sugerido isso e concordo plenamente com ele…é uma boa idéia!!isso acabaria de vez com essa idiotice de Preconceito!!

  8. helaine Barroso dos Reis disse:

    Excelente, científico o Mapa do Thomas! O sombreamento em soluções vem sendo altamente utilizado em engenharia e também na educação para mostrar que os resultados exigem ponderação! Meus parabéns, Thomas!
    Adicionalmente, o roubo de seus direitos autorais pela Folha de São Paulo deve ser levado à justiça e a multa deve ser multiplicado pelo número médio de pessoas nas famílias vezes o número de jornais veiculados, o que ainda é pouco! Você também tem direito, além desse, que é recebimento por publicação, de receber sobre o seu uso ilegal sem autorização!
    Manda bala que o direito é seu!

  9. Eder disse:

    Só me esqueci de dizer:
    Ótimo trabalho Thomas.

  10. Eder disse:

    Fala-se mto em educação neste país, mas é uma pena não ser possível fazer um gráfico de como votou os professores nesta eleição. Principalmente os professores da rede publica de ensino (fundamental ou superior).
    Com certeza vcs ficariam assustados por que a grande maioria dos professores vota em Dilma.
    Mas cada um pode fazer essa pesquisa em sua escola.
    Experimente.

  11. […] mapa de Conti viralizou tanto pelo Twitter como pelo Facebook. E seu blog recebeu tantas visitas que o servidor […]

  12. […] simplista sobre a divisão dos votos no Brasil; além dessas vale citar a imagem do blog do Thomas Conti, que tem circulado bastante pelas redes sociais, e esse outro mapa (não sei a fonte) como boas […]

  13. Valterlucio Bessa Campelo disse:

    Muito boa a iniciativa do mapa ponderado. Uma sugestão. Fazer o mesmo, levando em conta o grau de escolarização nos municípios. Talvez a semelhança do voto petista com o menos instruidos não seja tão obvia.

  14. Buca disse:

    Parabéns pela atitude em criar o mapa desmentindo esse mundo polarizado que tanta gente está tentando enfiar goela abaixo. Eu moro em Floripa e votei na Dilma, então fico irada quando vejo gente falando que “o sul é todo aécio”. Quanto à Folha, o que esperar desse jornalismo vendido que se finge neutro, né?

  15. Andrielle disse:

    Parabéns pela iniciativa! Vi muitas feridas sendo abertas nas redes sociais entre amigos e familiares. E essa situação é lamentável. Pessoal fiquem atentos para não cair nessa armadilha de incentivo ao ódio. Precisamos de PAZ, UNIÃO e AMOR. Vivemos no país mais mesclado do planeta! Temos muitas diferenças! O momento agora é de reflexão: O que nós realmente queremos para o país? Encontraremos consenso para cumprir a função do Brasil nas próximas décadas como líder mundial da PAZ! Obrigado pela atitude de paz Thomas Conti.

  16. José Antonio Rosa disse:

    Prezado Sr Thomaz
    Pelo que vi da sua foto o Sr ainda é um garoto perto de mim, com 62 anos . Sou engenheiro eletricista e não economista como você mas gostei muito do seu trabalho. Pena que ele tenha afagado muita mágoa da elite intelectual do país, entre cientistas políticos, economistas, jornalistas etc. No mínimo evitou mais racismo social. Para que sua planilha fique mais indicativa sugiro que a coloque mais legível no blog e que a amplie com mais duas colunas colocando a população votante, em cada candidato, por estado.
    Boa sorte e
    Grato
    José Antonio Rosa

  17. Marcio G. Salvatti disse:

    .
    Os dois gráficos estão corretos, e não apenas o novo gráfico de Thomas Conti.
    .
    Se um Estado não pode ser responsabilizado pelo voto que deu a este ou aquele partido, então não pode ser considerado unidade federativa.
    .
    O primeiro gráfico tem exatamente essa importância: Da autonomia dos Estados.
    .
    Há uma divisão no país sim, e isso não é necessariamente ruim. A Dilma enfrentará dura oposição. Democracia tem disso, oposição. E há um embate entre as regiões.
    .
    Cuidado com a tal ditadura do politicamente correto.
    .

  18. Leonardo disse:

    Parabéns pela iniciativa contra o preconceito ao povo nordestino.

  19. Viviane Ap. Mielli Rossi disse:

    Parabéns!!!!!Como sempre com respostas e esclarecimentos claros e objetivos …Firme e forte ,sempre em frente .

  20. Sineval Rodrigues disse:

    Parabéns Thomas!!!

    Você presta um grande serviço à nação. Ajuda-nos a aclamar o ódio racista mobilizado por pessoas inconsequentes. Poucos se dão conta de que os Campos de Extermínio, as razzia de Limpeza Etnica, enfim, os crimes de ódio racial sempre começam com um argumento demagógico. Muito obrigado pelo seu trabalho. Brilhante.

  21. Carlos disse:

    Que fique o exemplo…………antes de sair atirando a esmo…….procure o caminho do conhecimento.

  22. valter sena disse:

    qual o problema do norte e nordeste ter votado a maioria em dilma votou por que a regiao reconhece fez para o desenvolvimento nada a ver so com o bolça familia com os idiotas que nao conhece o brasil acha que o nordeste a apenas a regiao semiarida

  23. Natalina Lagoia disse:

    Fale sobre a economia do Brasil com a Dilma e como seria com Aecio

  24. Igor Napoleão disse:

    Excelente e pertinente, não só tecnicamente mas moralmente. O gráfico binário distorce a perspectiva da realidade. Levando ao extremo esta distorção, caso em um estado um dos candidatos tivesse um voto a mais que o outro num total para aquele candidato de 50 milhões se tornaria vermelho (ou azul) o que já ofereceria uma “realidade” totalmente falseada. O que instigaria aos adoradores do ódio lenha para a sua fogueira nazi-fascista.

  25. Elisete disse:

    Excelente, Rodrigo!!

  26. Alessandro Seara disse:

    Thomas, só posso agradecer pela análise crítica e criteriosa…

    Em tempos de xenofobia e “mimimi” inteligência é sempre muito bem-vinda!

  27. Danilo de Oliveira disse:

    Parabéns! Ótimo trabalho.
    Como transpôs as cores obtidas no Excel para o mapa? Uma análise dessa considerando o número absoluto de votos de cada candidato ajudaria a mostrar o quanto esse ódio além de vergonhoso é infundado. Grande Abço.

  28. Jocilene disse:

    Muito bom conteúdo, grata pelas informações. Só tenho uma correção, se me permite, isso é um mapa, não um gráfico ;)

    • Jorge disse:

      É um gráfico com formato de mapa. Conforme as explicações do próprio autor:
      Como foram obtidas essas escalas de cor?

      Usando o Excel 2013, computei o percentual de votos válidos de cada candidato em uma tabela. Nas versões mais novas, o Excel tem um recurso chamado Formatação Condicional que permite ao programa colorir automaticamente tabelas a partir de uma instrução. Usando esse recurso, selecionei o vermelho básico para 100% de votos em Dilma, e o azul básico para 0% de votos em Dilma. Depois fiz o contrário para a coluna do Aécio: 100% de votos nele é o azul básico, e 0% de votos nele é o vermelho básico. Feito isso, todos os valores intermediários são coloridos automaticamente pelo excel, formando uma cor que reflete precisamente o grau de distância entre 0% e 100% nessas escalas.

  29. Isap disse:

    Obrigada Thomas pela elaboração do gráfico!

  30. dasda disse:

    Meu amigo voce pode ser economista… Mas por favor utilize fonte de cores menos tendenciosas para esse tipo de analise isso e basico…

    • Jorge disse:

      Ele usou as cores adotadas pelos partidos.
      No material de campanha do PT há um predomínio da cor vermelha e no material de campanha do PSDB há um predomínio da cor azul. Simples assim!

  31. João Andrade disse:

    Sugiro fazer o gráfico com a formatação condicional de cores com os resultados por cidade.

  32. Mike Itigue disse:

    Parabéns, Thomas! Gostei muito da iniciativa. Sou professor e gostaria de divulgar seu trabalho, mas gostaria de pedir um favor: tem como você escalonar a coluna de percentual de votos nua gradação de cor/percentagem do maior para o menor?
    Muito obrigado e parabéns!

  33. Felipe Menegotto disse:

    Obrigado pelo gráfico, estava procurando por alguma pessoa com visão crítica!Sugestão: Poderia fazer um gráfico com o número de votos absolutos para cada candidato. Quanto maior a diferença absoluta de votos mais fica de uma cor. Por exemplo, dois estados que tenham dado 60% Dilma e 40% Aécio. Pode ser que num deles os 60% representem um maior número de eleitores do que no outro. E segundo teu modelo, eles apresentam a mesma cor. Mas na realidade, o que importa é o número de votos e não o percentual. Sacou a ideia? Mesmo assim, parabéns pelo trabalho! Muito melhor que a escala binária! Abraços

  34. Kentaro Mori disse:

    Excelente, mas fica a sugestão: caso não tenha usado, use a cor azul completamente saturada (RGB 0,0,255) assim como a vermelha (RGB 255,0,0).

Deixe uma Resposta